A Lei de Criação da Secretaria da Cultura

 

A Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) é a pasta estadual de cultura mais antiga do Brasil. A Secult foi criada pela Lei nº 8.541, de 9 de agosto de 1966, se desmembrando da Secretaria de Educação, pelo então governador do Estado, Virgílio Távora. Tem como missão executar, superintender e coordenar as atividades de proteção do patrimônio cultural do Ceará, difusão da cultura e aprimoramento cultural do povo cearense.

 

Compete também à Secult auxiliar o governador na formulação da política cultural do Estado; incentivar e estimular a pesquisa em artes e cultura; apoiar a criação, a expansão e o fortalecimento das estruturas da sociedade civil voltadas para a criação, produção e difusão cultural e artística; deliberar sobre tombamento de bens móveis e imóveis de reconhecido valor histórico, artístico e cultural para o Estado do Ceará; e cooperar na defesa e conservação do Patrimônio Cultural Histórico, Arqueológico, Paisagístico, Artístico e Documental, material e imaterial do Estado.

 

Ao longo de mais de 50 anos de história, a Secult tem sido pioneira em diversas ações que inspiraram outros Estados e até mesmo o Ministério da Cultura do Brasil. Entre essas ações estão o Projeto Agentes de Leitura do Ceará, a Lei dos Tesouros Vivos do Estado e a aprovação do Plano Estadual de Cultura Infância.

 

 

Missão institucional, competência e valores

 

A Secretaria da Cultura (Secult) tem como missão executar, superintender e coordenar as atividades de proteção do patrimônio cultural do Ceará, difusão da cultura e aprimoramento cultural do povo cearense, competindo-lhe:

I- auxiliar direta e indiretamente o Governador na formulação da política cultural do Estado do Ceará, planejando, normatizando, coordenando, executando e avaliando-a, compreendendo o amparo à cultura, a promoção, documentação e difusão das atividades artísticas e culturais, a defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Paisagístico, Artístico e Documental;

II- incentivar e estimular a pesquisa em artes e cultura;

III- apoiar a criação, a expansão e o fortalecimento das estruturas da sociedade civil voltadas para a criação, produção e difusão cultural e artística;

IV- analisar e julgar projetos culturais;

V- deliberar sobre tombamento de bens móveis e imóveis de reconhecido valor histórico, artístico e cultural para o Estado do Ceará;

VI- cooperar na defesa e conservação do Patrimônio Cultural Histórico, Arqueológico, Paisagístico, Artístico e Documental, material e imaterial, do Estado;

VII- além de outras atribuições correlatas, nos termos deste Regulamento.

 

São valores da Secretaria da Cultura (Secult):

I- ética e transparência nas ações;

II- eficiência e eficácia;

III- valorização e reconhecimento ao servidor.

Coordenadorias políticas

 

Coordenadoria de Patrimônio Cultural e Memória – COPAM 

 

Coordenadoria Conhecimento e Formação – CCFOR

 

Coordenadoria de Livro, Leitura, Literatura E Bibliotecas – CLLLB 

 

Coordenadoria de Fomento e Incentivo às Artes e Cultura – COFIAC

 

Coordenadoria de Cinema e Audiovisual – CCAVI

 

Coordenadoria de Cidadania, Acessibilidade e Diversidade Cultural – COCAD 

 

Coordenadoria da Rede Pública de Equipamentos Culturais do Ceará – COPEC

 

Coordenadoria de Território e Articulação Regional – COTAR

 

Coordenadoria de Desenvolvimento Institucional e Planejamento – CODIP

 

Coordenadoria Administrativo-Financeira – COAFI

 

Coordenadoria de Tecnologia da Informação e Governança Digital – COTIG 

 

Quem é quem

 

Secretária da Cultura do Estado do Ceará

Luisa Cela

Luisa Cela é cearense, formada em psicologia, com mestrado em Saúde da Família, ambas pela Universidade Federal do Ceará (UFC), e especialização em Arteterapia (Instituto Aquila). Desde 2014, tem atuação no campo das políticas culturais, direitos humanos e cidadania. Exerceu a função de Diretora de Direitos Humanos na Rede CUCA – Fortaleza, e no Instituto Dragão do Mar (IDM), assumiu a Diretoria de Cidadania Cultural, dirigindo o Centro Cultural Bom Jardim (CCBJ) e coordenando projetos importantes como o “Praça das Artes”. Assumiu também a presidência do Instituto ECOA (Escola de Comunicação, Cultura, Ofícios e Artes) – Sobral. Entre os anos de 2019 a 2022, exerceu o cargo de Secretária Executiva da Cultura no Governo do Estado do Ceará, assumindo ao longo desse período, a Coordenação da Lei Aldir Blanc no Ceará. Também fez parte da equipe do Consórcio Nordeste. Atualmente, é secretária da Cultura do Estado do Ceará (Secult Ceará).


 

 

Coordenadorias

Patricia Maria Apolonio

Des. Institucional e Planejamento

Isaac Apolônio

Território e Articulação Regional

Caio Feitosa

Rede Pública de Equipamentos Culturais

Lorena Lyse Rodrigues

Cidadania, Acessibilidade e Diversidade Cultural

Camila Vieira

Cinema e Audiovisual

Raquel Honório

Fomento e Incentivo às Artes e Cultura

Sofia Mettenheim

Ass.de Fomento à Cultura

E-mail

Thyago Sousa

TI e Governança Digital | (85) 3101-6779

E-mail

Renata Melo

Ass. de Controle Interno e Ouvidoria | (85) 31016780

Luziana Morais

Assessoria de Gabinete | (85) 3101-6744

E-mail

Débora Varela

Administrativo Financeira | (85) 3101-6771

E-mail

Ernesto Gadelha

Conhecimento e Formação | (85) 3101-6783

E-mail

Maura Isidório

Política de Livro e Leitura | (85) 3101-2579

E-mail

Caio Feitosa

Artes e Cidadania | (85) 3101-6763 / 6740

E-mail

Jéssica Ohara

Patr. Cultural e Memória | (85) 3101-6787

E-mail

Daliene Fortuna

Assessoria Jurídica | (85) 3101-6746

E-mail

Ivna Girão / Thais Martins

Ass. de Comunicação | (85) 3101-6761

E-mail