Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

Programação Museu do Ceará - Setembro 2018
Sex, 31 de Agosto de 2018 14:51

Governo do Estado do Ceará - Secretaria da Cultura - Museu do Ceará


O Museu do Ceará possui um acervo bastante variado, resultado de compras e, sobretudo, de doações de particulares e instituições públicas. Entre moedas e medalhas, há quadros, móveis, peças arqueológicas, artefatos indígenas, bandeiras e armas. Há também peças de “arte popular” e uma coleção de cordéis publicados entre 1940 e 2000 (950 exemplares). Alguns objetos se referem aos chamados “fatos históricos”, como a escravidão, o movimento abolicionista e movimentos literários, como a famosa “Padaria Espiritual”, que entrou para a História da Literatura Brasileira com especial destaque. Trata-se de um acervo com mais de sete mil peças, que atualmente é trabalhado como veículo de reflexão sobre a Historia local integrada à História do Ceará, em seus aspectos culturais, econômicos e sociais. Muitas peças estão em exposição, organizadas em salas temáticas.

Além de concentrar um dos maiores e mais importantes acervos do Estado, o Museu do Ceará promove cursos, oficinas, palestras e publicações na área de museologia e História, visitas orientadas e capacitação para professores, destacando-se como um núcleo de ações educativas em parceria com a Universidade Federal do Ceará. Sua política cultural está consoante com os princípios da pedagogia de Paulo Freire. Tal projeto de atuação procura atender ao público diversificado que vai ao Museu: pesquisadores, estudantes da educação básica e superior, visitantes de Fortaleza e turistas do Ceará, do Brasil e de outros países. Especial atenção é dada ao trabalho com as visitas orientadas.

Com base na atual Política Nacional de Museus, a Secretaria de Cultura do Estado do Ceará, por meio do Museu do Ceará, passou a coordenar a criação e o funcionamento do Sistema Estadual de Museus, ampliando as referidas atividades que atualmente desenvolve, a fim de contribuir também para a qualificação dos profissionais dos espaços museológicos do Ceará.

Todas as atividades mencionadas vêm consolidando o Museu do Ceará como um significativo espaço de educação, cultura e lazer, tal como se entende nos fundamentos científicos e éticos da museologia contemporânea, transformando-se numa referência regional.


Exposições
Exposição de Longa Duração
Ceará: Uma história no Plural
Visitação de terça a sábado, das 9h às 16h

Memorial Frei Tito
Visitação de terça a sábado, das 9h às 16h

Sertão das Rabecas

O Museu do Ceará, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado, recebe a exposição Sertão das Rabecas, na qual é apresentado ao público o universo cultural dos rabequeiros e luthiers cearenses que sobrevivem da sua arte. Fruto de extenso trabalho do pesquisador e também curador, Gilmar de Carvalho, a exposição celebra e problematiza o Patrimônio Cultural Imaterial cearense presente nos saberes das rabecas. Será uma oportunidade também de conhecer estes toques de rabeca, em um dos principais espaços de pesquisa e história do Ceará.

Através da exposição das próprias Rabecas, das partes separadas da madeira que as constituem, de ferramentas de Luthier, de imagens de Luthieria, e de vídeos documentários que ressaltam a importância da música de rabeca, o público irá vivenciar um pouco do dia a dia dos rabequeiros e luthiers cearenses. A exposição está dividida em Luteria e Performance, tendo de um lado o trabalho e do outro a música tocada. "Este trabalho fala também ao visitante sobre temas como a acessibilidade, ou seja a Rabeca voltada para o lado educativo. Em Sertão das Rabecas nos preocupamos ainda em mostrar folguedos que são acompanhados pela Rabecas, tais como reisados, festas nos terreiros das fazendas, os mamulengos, apresentação de dramas, entre outros", destacou o curador.

A Exposição é composta por 9 rabecas, por fotos que destacam o ofício do Luthier, além dos 2 documentários: "Mestre Vino", Luthier de Irauçuba (feito pelos alunos de Gilmar - Helena Martins, Darwin Brandão, Igor Caracas, Chico Célio, com o apoio de Francisco Sousa - em 2008, com 15 minutos ) e outro documentário, realizado pelo IPHAN, em cidades como Ibiapaba, Pedra Branca, etc quando da premiação pela pesquisa sobre Rabecas, que ganhou o Prêmio Rodrigo Melo Franco, do IPHAN nacional, em 2014. A pesquisa envolve 184 rabequeiros.

Sertão das Rabecas traz ainda itens sonoros, sendo uma exposição bem completa e programada em uma maquete eletrônica, o que irá acrescentar bastante no estudo da Rabeca no Ceará

:: SERVIÇO:
Exposição SERTÃO DAS RABECAS
curadoria Gilmar de Carvalho
Local: Museu do Ceará, a partir de 28/4, às 10h
Visitação de terça-feira a sábado, das 09 às 17h
Gratuito

 

Calendário

Setembro 2018
D 2a 3a 4a 5a 6a S
26 27 28 29 30 31 1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 1 2 3 4 5 6