Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

27º Cine Ceará em noite de premiação
Qui, 10 de Agosto de 2017 07:00

 

Cineteatro São Luiz, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), recebe noite de premiação do 27º Cine Ceará. No total, 27 prêmios serão entregues na noite de encerramento do festival no Cineteatro São Luiz. Depois de uma semana de exibições, chegou o dia de saber quais filmes vão ser premiados no 27º Cine Ceará – Festival Ibero-americano de Cinema. Com programação iniciada no dia 1º de agosto com a Mostra de Cinema Chileno e abertura oficial realizada no dia 5, o festival termina nesta sexta-feira, 11, com solenidade de encerramento a partir das 19h30 no Cineteatro São Luiz.  Um total de 27 prêmios serão concedidos na noite de hoje.

Após a solenidade será exibido o documentário “O botão de pérola” (El botón de nácar), co-produção Chile/França/Espanha, com direção de Patricio Guzmán. O filme foi vencedor do Urso de Prata de Melhor Roteiro e Prêmio do Júri Ecumênico - 65º Berlinale, 2015; Prêmio do Público e Prêmio Unipol ao Melhor Filme - Biografilm Festival, 2015; Melhor Documentário - Jerusalém Film Festival, 2015; Prêmio do Prefeito - Yamagata International Documentary Film Festival, 2015; Melhor Fotografia Documental, Prêmio Ibero-americano de Cine Fénix, 2015; Prêmio Fénix, 2015; Melhor Documentário Prêmios Platino, 2016; Melhor Documentário Prêmios Lumière, 2016.



OS PRÊMIOS - Mostra Competitiva Ibero-americana de Longa-metragem:

Serão agraciados com o Troféu Mucuripe os vencedores das seguintes categorias: Melhor Longa-Metragem, Melhor Direção, Melhor Fotografia, Melhor Edição, Melhor Roteiro, Melhor Som, Melhor Trilha Sonora Original, Melhor Direção de Arte, Melhor Ator, Melhor Atriz e Prêmio da Crítica.  O melhor longa ganha também prêmio no valor de dez mil dólares, em moeda brasileira.



CONCORRENTES:

Uma mulher fantástica / Una mujer fantástica (Sebastián Lelio. Ficção. 100 min. Chile. 2017)

Malasartes e o duelo com a Morte (Paulo Morelli. Ficção. 110 min. Brasil. 2017)

Ninguém está olhando / Nadie nos mira (Julia Solomonoff. Ficção. 102 min. Argentina. 2017)

Santa e Andrés / Santa y Andrés (Carlos Lechuga. Ficção. 105 min. Cuba/França. 2016)

Pedro sob a cama (Paulo Pons. Ficção. 100 min. Brasil. 2017)

O homem que cuida / El hombre que cuida) (Alejandro Andújar. Ficção. 85 min. Rep. Dominicana/Porto Rico/Brasil. 2017).

Últimos dias em Havana/Últimos días en la Habana (Fernando Pérez. Ficção. 93 min. Cuba/Espanha. 2017)

JÚRI OFICIAL DA MOSTRA: Ernesto Garratt Viñes (Chile), Isabel Martínez (Costa Rica), Luis Peirano (Peru), Maria Dora Mourão (Brasil) e Victor Luckert Barela (Venezuela).

JÚRI ABRACCINE: Cynthia Calvo (Arg/Chi), Ailton Monteiro (CE) e Rafael Carvalho (BA)



Mostra Competitiva Brasileira de Curta-metragem:

Na Competitiva de Curtas o Troféu Mucuripe vai para Melhor Curta-Metragem, Melhor Direção, Melhor Roteiro, Melhor Produção Cearense e Prêmio da Crítica.



CONCORRENTES:


Vando vulgo Vedita (Andréia Pires e Leonardo Moura Mateus. Ficção. 20 min. CE. 2017)

Vênus – Filó a fadinha Lésbica (Sávio Leite. Animação. 6 min. MG. 2017)

Fogo selvagem (Diogo Hayashi. Ficção. 18 min. SP. 2017)

Mehr licht! (Mariana Kaufman. Experimental. 11 min. RJ. 2017)

Do que se faz de conta (Amanda Pontes, Michelline Helena. Ficção. 16 min. CE. 2016)

Algo do que fica (Benedito Ferreira. Ficção. 23 min. GO)

Manual (Letícia Simões. Documentário. 6 min. RJ. 2016)

Caleidoscópio (Natal Portela. Ficção. 17 min. CE. 2017)

O estacionamento (William Biagioli. Ficção. 16 min. PR. 2016)

Valentina (Estevão Meneguzzo e André Félix. Ficção. 16 min. RJ. 2017. Livre)

Memórias do subsolo ou o homem que cavou até encontrar uma redoma (Felipe Camilo. Documentário. 11 min. CE. 2017)

A balada do Sr. Watson (Firmino Holanda. Documentário. 21 min. CE. 2017)

Festejo muito pessoal (Carlos Adriano. Experimental. 8 min. SP. 2017)

Simbiose (Júlia Morim. Documentário. 19 min. PE. 2017)

JÚRI OFICIAL DA MOSTRA: Alessandra Bergamaschi (Brasil), André Parente (Brasil), Benito Amaro (Cuba), Vera Zaverucha (Brasil) e Osmar Gonçalves (Brasil)

JÚRI ABRACCINE: Cynthia Calvo (Arg/Chi), Ailton Monteiro (CE) e Rafael Carvalho (BA)



Mostra Olhar do Ceará:

O Troféu Mucuripe será concedido ao Melhor Curta-Metragem da Mostra Olhar do Ceará.



CONCORRENTES:


Guiana Francesa (Edmilson Filho e Olavo Junior. Ficção. HD. 19 min. Cor. CE. 2017)

Maria Auxiliadora (Natália Maia. Ficção. HD. 11 min. Cor. CE. 2016)

Iracema (Francisco Carneiro. Ficção. HD. 16 min. Cor. CE. 2016)

Rastros (Sabina Colares e Samarkandra Pimentel. Doc. HD. 19 min. Cor. CE. 2016)

Ao mar (Esaú Pereira Barbosa. Ficção. HD. 9 min. Cor. CE. 2017)

Fôlego (Kamille Costa. Ficção. HD. 19 min. Cor. CE. 2017)

Jonas banhado em Sangue (Mateus Bandeira. Ficção. HD. 18 min. Cor. CE. 2016)

Lugar nenhum (Wesley Guerreiro. Experimental. HD. 12 min. Cor. CE. 2016)

Soturna (Léia Ávila. Ficção. HD. 12 min. Cor. CE. 2017)

O céu desaba (Mariana Gomes. Documentário. HD. 8 min. Cor. CE. 2016)

O vigia (Priscila Smiths e P. H. Diaz. Ficção. HD. 19 min. Cor. CE. 2016)

O dia do silêncio (Clébson Oscar. Documentário. HD. 12 min. Cor. CE. 2017)

Sítio Veiga (Carla Moreira. Documentário. HD. 11 min. Cor. CE. 2016)

Voar (Cesar Teixeira. Ficção. HD. 13 min. Cor. CE. 2017)

Close (Rosane Gurgel. Documentário. HD. 20 min. Cor. CE. 2016)

Sintera (Fellipe Farias. Documentário. HD. 11 min. Cor. CE. 2017)

Superdance (Pedro Henrique. Ficção. HD. 20 min. Cor. CE. 2016)

Ossuário (Diogo Braga e Thales Luz. Experimental. HD. 10 min. Cor. CE. 2016)

Candeias (Reginaldo Farias e Ythallo Rodrigues. Documentário. HD. 19 min. Cor. CE. 2017)

Estudos de vertigem (Indira Brígido. Experimental. HD. 7 min. Cor. CE. 2016)

Projeto Raízes (Jamylle Cavalcante e Rafaela Batista. Documentário. HD. 21 min. Cor. CE. 2016)

Atalanta (Fernanda Brasileiro e Hylnara Vidal. Experimental. HD. 11 min. Cor. CE. 2017)

A lenda cotidiana (Bárbara Moura e S. de Sousa. Documentário. HD. 11 min. Cor. CE. 2016)

JÚRI FORMADO POR ESTUDANTES DA VILA DAS ARTES, UFC E UNIFOR: Emily Guilherme, Pollyanna di Brito Rocha e Camila Osório.

Prêmio Olhar Universitário:

No Prêmio Olhar Universitário, o festival vai conceder o Troféu Mucuripe ao Melhor Longa-Metragem e Melhor Curta-Metragem das Mostras Competitivas.

JÚRI FORMADO POR ESTUDANTES DA VILA DAS ARTES, UFC E UNIFOR: Isaac Martins, Felipe Saraiva e Clébson Oscar.


PRÊMIOS ESPECIAIS

Troféu Samburá:

Oferecido pela Fundação Demócrito Rocha ‘Jornal O Povo’ ao Melhor Curta-metragem da Mostra Competitiva e Melhor Diretor da Mostra Competitiva.

JÚRI: Allan Deberton Nogueira Linhares, Regina Helena Ribeiro, André Guimarães Bloc, Janaína Marques e Rubens dos Santos Rodrigues

Prêmio Unifor de Audiovisual:

Prêmio de R$ 5 mil ao Melhor Curta da Mostra Olhar do Ceará.

JÚRI DA MOSTRA OLHAR DO CEARÁ: Emily Guilherme, Pollyanna di Brito Rocha e Camila Osório.

Prêmio CiaRio:

Prêmio de R$ 27 mil em locação de equipamentos de iluminação, acessórios e maquinaria da empresa NAYMAR, ao Melhor Curta-Metragem Brasileiro escolhido pelo JÚRI OFICIAL DA COMPETITIVA DE CURTA.

Prêmio Mistika:

A Melhor Produção Cearense da Competitiva de Curta-metragem receberá R$ 13 mil em serviços de conformação, correção de cor, finalização, aplicação de letreiros, masterização de DCP e arquivos digitais, escolhido pelo JÚRI OFICIAL DA COMPETITIVA DE CURTA

O Melhor da Mostra Olhar do Ceará, escolhido pelo JÚRI DA MOSTRA OLHAR DO CEARÁ, também receberá R$ 13 mil reais em serviços de conformação, correção de cor, finalização, aplicação de letreiros, masterização de DCP e arquivos digitais.

Prêmio Aquisição Canal Brasil:

O Melhor Filme da Mostra Competitiva Brasileira de Curta-metragem, escolhido por um JÚRI DE CRÍTICOS DE CINEMA ESCOLHIDOS PELO CANAL BRASIL, vai receber prêmio no valor de R$ 15 mil.

Mostra Curta Cocó:

Novidade nesta edição, o vencedor da Mostra Curta Cocó receberá prêmio no valor de R$ 3 mil. Este concurso é promovido pelo 27º Cine Ceará em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente do Estado do Ceará, a Assembleia Legislativa do Estado do Ceará e a Oi.

JÚRI FORMADO POR ESTUDANTES DA VILA DAS ARTES, UFC E UNIFOR: Isaac Martins, Felipe Saraiva e Clébson Oscar.

Apresentado por BNDES e Enel, o 27° Cine Ceará acontece de 5 a 11 de agosto, numa promoção da Universidade Federal do Ceará (UFC), através da Casa Amarela Eusélio Oliveira, com apoio do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura, da Prefeitura Municipal de Fortaleza, via Secultfor, e do Ministério da Cultura, através da Secretaria do Audiovisual. A realização é da Associação Cultural Cine Ceará, Bucanero Filmes e OUTLED, conta com patrocínio vip da SP Combustíveis e M. Dias Branco, patrocínio da Oi e BNB. Apoio cultural: Oi Futuro, Indaiá e Unifor e parceria: Sebrae-CE.

 

Calendário

Decembro 2017
D 2a 3a 4a 5a 6a S
26 27 28 29 30 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31 1 2 3 4 5 6